Vista do local onde Existiu o Aviaquário Municipal

Vista do local onde Existiu o Aviaquário Municipal

Vista do local onde Existiu o Aviaquário Municipal. Em 1936, por meio do Decreto Municipal 39, de 7 de abril, o então prefeito Antonio Maia criou um Parque Zoológico, constituído de um aviário-aquário municipal. Nesse mesmo ano, ainda em construção, recebeu o parque duas denominações. A primeira, Jardim Zoológico do Amazonas, e a segunda, e definitiva, Aviário-Aquário Municipal.

A inauguração do então Aviaquário ocorreu em 21 de abril de 1937, com um conjunto de variadas espécies de animais amazônicos, e manteve seu funcionamento normal até meados da década de 1940. Ao final da década seguinte, pela Lei Municipal 647, de 30 de junho de 1958, ocorreu a transferência do terreno para a Arquidiocese de Manaus.

Em 1963, a prefeitura ali construiu  assim um parque infantil, denominado Dom João de Souza Lima. A reinstalação do Aviaquário Municipal aconteceria em 1979, com exemplares de animais variados, espaço para venda de artesanato e um centro de artes coordenado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

Parque Dom Basílio Ferreira, foi assim mencionada a partir de 1980, em documentos oficiais. O então Aviaquário teve sua desativação no final de 1980. O local serve às atividades pastorais da então Paróquia de Nossa Senhora da Conceição.

A demolição dos restos do Centro Pastoral, antigo Aviaquário, teve sua execução pela Secretaria Municipal de Insfraestrutura (Seminf). Foi uma ação solicitada pela Arquidiocese de Manaus à Secretaria Municipal do Centro (Semc), em maio de 2013.

Foto: Nonato Oliveira.

Imagem retirada do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.