Vista da Fachada da Igreja de São Raimundo

Vista da Fachada da Igreja de São Raimundo

Vista da Fachada da Igreja de São Raimundo

 

Em 1877, as primeiras famílias católicas que residiam na área hoje compreendida pelo então bairro São Raimundo – à época, isolado de Manaus – fizeram um pedido à Igreja Matriz da Capital: o envio de um padre para celebrar missas naquele lugar, em um barracão de madeira e palha.

A primeira celebração eucarística realizada no bairro foi então conduzida pelo padre Raimundo Amâncio de Miranda, vigário da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios. Foi esse religioso que trouxe a imagem do Santo.

Decorridas duas décadas, em 1899, o padre Manoel Florêncio lançou a pedra fundamental da igreja, mas, sua inauguração aconteceria somente mais de trinta anos depois, em 25 de dezembro de 1935, pelo bispo Dom Basílio Manuel Olímpio Pereira, e com as obras ainda incompletas.

A criação da então Paróquia de São Raimundo ocorreu em 15 de dezembro de 1941 e sua direção foi entregue ao padre Henrique Klein – primeiro pároco dessa Igreja e que fazia parte da Congregação dos Padres do Espírito Santo.

Quanto ao templo, sua construção foi definitivamente concluída em 1953, após receber os ladrilhos e o forro.

A principal comemoração realizada pela Paróquia é a festa do dia dedicado a São Raimundo Nonato – 31 de agosto. Neste dia ocorre a procissão pelas ruas do bairro, seguida assim de missa.

Essa igreja localiza-se na então praça Ismael Benigno, bairro São Raimundo, Zona Oeste da Cidade.

Foto: Durango Duarte, Nonato Oliveira e Fabio Nutti.

Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.