Jardim Ajuricaba de Menezes

Jardim Ajuricaba de Menezes

Jardim Ajuricaba de Menezes com o chafariz de ferro

Jardim Ajuricaba de Menezes, no formato de uma clave alongada, localizava-se entre o armazém 10 da então Manáos Harbour Limited. Onde hoje está instalada a Estação Hidroviária – e o Jardim Santos Dumont.

Foi denominado Jardim Ajuricaba de Menezes por Lei Municipal 1.450, de 19 de outubro de 1927. Em homenagem ao então médico Ajuricaba Martins de Menezes, filho de Olímpio José Martins de Menezes, artista que projetou esse jardim.

Nele, existiam duas estatuetas e um chafariz de ferro. Na parte superior havia a estátua de uma mulher segurando uma tocha, e sua base era assim composta por quatro leões.

Em 1968, o prefeito Paulo Nery transferiu essa fonte, junto com a escultura, para a hoje extinta Praça João Pessoa, também conhecida como Praça da Bola. Assim como os outros jardins da Praça Oswaldo Cruz, o Ajuricaba de Menezes foi desativado em 1975.

In: Álbum de Manáos 1929.

Imagem retirada do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.