Galeria Olímpica de Roberto Gesta

Galeria Olímpica de Roberto Gesta

Fachada da Galeria Olímpica

Manaus também dispõe de outros museus – que, em realidade, são salas de memória ou memoriais – instalados assim em instituições particulares, como o do Instituto Cultural Brasil Estados Unidos – Icbeu, localizado na avenida Joaquim Nabuco, n. 1.286, Centro, e o do Atlético Rio Negro Clube, situado na então avenida Epaminondas, n. 570, Centro. Outro exemplo é o acervo pertencente a

Roberto Gesta, então presidente do Comitê Brasileiro de Atletismo – CBAT. Instalado na residência desse dirigente esportivo, esse museu – denominado Galeria Olímpica – contém a segunda maior coleção olímpica do mundo e perde apenas para a do próprio Comitê Olímpico Internacional – COI, em Lausanne, na Suíça.

O acervo da Galeria Olímpica é composto por tochas, selos, porcelanas, mascotes, camisas, medalhas e pôsteres dos Jogos Olímpicos, desde 1896 até 2008. Entre os itens, destaque para uma peça única, que nem mesmo o COI possui. Uma medalha da Olimpíada de 1916, que iria acontecer em Berlim, na Alemanha, mas que não ocorreu devido à Primeira Guerra Mundial.

Foto: Thiago Duarte.

Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.