Fachada do Colégio Santa Dorotéia

Fachada do Colégio Santa Dorotéia

Congregação das Irmãs de Santa Dorotéia

Primeira escola católica de Manaus dirigida por uma congregação religiosa. O então Colégio Santa Dorotéia teve sua idealização por Dom José Lourenço da Costa Aguiar, primeiro bispo do Amazonas. Que solicitou à Congregação das Irmãs de Santa Dorotéia que instalasse, em nossa Capital, de uma escola que seria regida por elas. Esse pedido foi então reiterado por seu sucessor, Dom Frederico Benício de Souza Costa.

Em atendimento à solicitação, chegaram a Manaus cinco freiras no dia 7 de outubro de 1910 – data que se tem como marco da fundação dessa instituição de ensino, cuja primeira superiora foi madre Maria das Dores Lyra.

As religiosas e o Colégio teve sua instalação em duas casas na rua Dez de Julho, em frente ao então hospital da Sociedade Beneficente Portuguesa. Permaneceriam nesse local de 10 de outubro de 1910 a 17 de abril de 1911, quando o Colégio teve sua transferência para um prédio pertencente à Diocese do Amazonas, na avenida Joaquim Nabuco, onde antes funcionou o Seminário Episcopal de São José. Naquela época, o então Colégio oferecia os cursos infantil, primário e complementar.

Colégio Santa Dorotéia

Em 1914, o prédio teve sua doação definitiva às irmãs pelo arcebispo do Pará, Dom Santino Coutinho. Nesse mesmo ano, foi então construído o edifício principal e, depois, erguida a capela em honra à Santa Paula Frassinetti. O internato iniciou em 1921 e, em dezembro do ano seguinte, essa escola formou sua primeira turma de alunas.

A partir da década de 1930, o Colégio Santa Dorotéia passou a oferecer cursos voltados para a área comercial: o de Auxiliar de Comércio e o de Guarda-Livros – este último que, em 1943, foi transformado no curso de Contabilidade e extinto seis anos depois. Em 1935, ano de comemoração das Bodas de Prata do Colégio, ele foi equiparado à então Escola Normal, atual IEA.

Localizado, atualmente, na avenida Joaquim Nabuco, n. 1.097, esquina com a rua Huascar de Figueiredo, Centro, o Colégio Santa Dorotéia disponibiliza a Educação Infantil e os ensinos Fundamental e Médio.

Irmãs de Santa Dorotéia da Frassinetti

Essa ordem religiosa se originou do então Instituto das Filhas da Santa Fé, fundado em 12 de agosto de 1834, em Gênova, na Itália, e tinha a
finalidade de educar crianças pobres. O nome Irmãs de Santa Dorotéia é uma homenagem ao fato de Paula Frassinetti ter assumido a obra iniciada pelo Conde de Passi: a criação de comunidades apostólicas denominadas Pias Obras de Santa Dorotéia. O Brasil foi assim o primeiro país a receber uma unidade dessa congregação, instalada na cidade do Recife/PE, em 1866. Hoje, as Dorotéias estão assim presentes em dezoito países, distribuídos por quatro continentes.

Foto: Durango Duarte.

Acervo: Museu Amazônico.

Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.