Escola Estadual Olavo Bilac

Escola Estadual Olavo Bilac

ta do edifício do antigo Grupo Escolar Olavo Bilac. À sua frente, corpo docente e discente da escola

Grupo Escolar Olavo Bilac

A história da escola Olavo Bilac tem início em 1916 com a então desativação do antigo mercadinho do bairro São Raimundo. Construído na atual rua Cinco de Setembro – e que, posteriormente, passou a servir de residência ao professor Francisco Rebelo de Souza. No ano seguinte, esse educador sugeriu ao Governo do Estado que se aproveitassem aquelas dependências para atividades escolares.

Escola Estadual Olavo Bilac

Em atendimento à solicitação do professor, ali se instalaram três escolas – duas diurnas e uma noturna –, cujos diretores eram, assim respectivamente, Joaquim Sarmento, Luizinha Nascimento e o próprio Francisco Rebelo. As aulas eram assim frequentadas pelos filhos de migrantes nordestinos moradores do bairro São Raimundo.

A junção dessas três escolas deu origem ao então Grupo Escolar Olavo Bilac, criado em 11 de janeiro de 1924 pelo Decreto Estadual 1.472. Cuja nomenclatura homenageia a Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac, jornalista e poeta brasileiro.

Devido à precariedade do prédio – um galpão apenas com as paredes laterais, sem divisão interna alguma –, em 1928, o Governo decidiu reformá-lo a fim de dar-lhe as condições necessárias para o funcionamento de uma instituição de ensino. Toda em madeira, a nova escola teve sua inauguração em 13 de maio daquele mesmo ano, e suas atividades retomadas no dia seguinte ao da inauguração.

Em 1966, a construção de madeira foi então demolida dando lugar ao prédio atual – com dois pavimentos e apenas cinco salas de aulas, além de outras dependências. Situada na rua Cinco de Setembro, n. 82, bairro São Raimundo, essa Escola dispõe, atualmente, de nove salas de aula e oferece o Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos – EJA.

Foto: Alex Pazuello.

Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.