• Durango Duarte - Biblioteca Emídio Vaz d'Oliveira
    • Iconografia
    • Manaus
    • Manaus, entre o passado e o presente

    Biblioteca Emídio Vaz d’Oliveira

    Foto: Durango Duarte.

    Biblioteca administrada pelo Governo do Estado, funciona agregada a um centro de artes infantil e é dirigida a crianças de cinco a dez anos de idade, da Alfabetização a 5ª série do Ensino Fundamental. Foi inaugurada no dia 28 de novembro de 2001 e situa-se na rua Doutor Almínio, n. 73, Centro.

    Além de disponibilizar títulos de suporte à educação e revistas em quadrinhos, essa Biblioteca, também, oferece atividades recreativas e de arte-educação.

    O acervo e as atividades recreativas são divididos por estações: da Astronomia, da Ciência, do Vídeo, das Artes, do Teatro, da Brincadeira, do Conto, da Leitura e da Internet.

    O prédio da Biblioteca Emídio Vaz d’Oliveira foi residência do homenageado entre as décadas de 30 e 60. Cada uma das suas dependências foi aproveitada para a instalação dessa unidade de informação e do centro de artes. Seu acervo atual é composto por, aproximadamente, nove mil títulos.

    EMÍDIO VAZ (19-1-1910 a 29-12-1996)

    Emídio   Vaz   d’Oliveira   nasceu na cidade de Vila Real, em Trás-os-Montes, Portugal. Chegou a Manaus no  dia  9  de fevereiro de 1932, aos 22 anos de idade. Em 21 de novembro de 1936, bacharelou-se em Direito pela Faculdade

    de Ciências Jurídicas e Sociais de Manaus. Recebeu a comenda Equitem Ordinis Sancti Silvestri Papae e fez parte da Ordem dos Cavalheiros de Concórdia, de Roma, Itália. Foi presidente da Real e Benemérita Sociedade Beneficente Portuguesa do Amazonas e do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira no Amazonas, além de ter sido diretor, vice-presidente e membro efetivo do Conselho Superior da Associação Comercial do Amazonas, da qual recebeu, em 1988, a Medalha do Mérito Empresarial J. G. Araújo. Também foi condecorado pela Câmara Municipal com o título de Cidadão de Manaus.

    Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.

Fechar

Deixe uma resposta