São temas que, espontaneamente, surgem entre os integrantes e colaboradores do IDD que são provocados a pesquisar, produzir e finalmente gerar um conteúdo diferenciado.

Uma cidade que nasce na floresta – Fordlândia (1931)

Uma cidade que nasce na floresta Fordlândia (1931)

Em primeiro lugar, a proposta era substituir o sistema extrativo do seringal silvestre, pela grande cultura agrícola da seringueira, ordenada e disciplinada. Construíram-se habitações, hospital, serraria, usina. Rasgaram-se estradas, instalou-se radiotelegrafia, telefone, luz elétrica. Assentaram-se então, trilhos das vias férreas.  De êxito do colossal empreendimento dependerá o ritmo, acelerado ou vagaroso, com que vai iniciar-se assim, o aproveitamento intensivo da bacia amazônica. Em suma, Fordlândia chegou a ter 4.000 habitantes.


FONTE

Revista O Cruzeiro. Rio de Janeiro: Edição 06, 12 de dezembro de 1931.