Poetisa Matilde Areosa escreve belo soneto

Poetisa Matilde Areosa escreve belo soneto

A Poetisa Matilde Areosa, escreveu um soneto e gravou na então lápide de sua filha, cometida com febre amarela. Tal homenagem mostra a imensa dor da esposa de Antônio Duarte de Matos Areosa.

Jornal A Gazeta, 01 de agosto de 1953.