Imponência que dignifica e engrandece

Imponência que dignifica e engrandece

Primeiramente, as colunatas rendem uma homenagem à excelsa Deusa da Justiça, a imponente Themis, com sua balança e espada, simbolizando a igualdade entre os homens, que a Lei é a mesma para todos.

Histórias curiosas ocorreram no Templo de Justiça, sob o olhar atento da deusa Themis. A de um jovem que escalou as colunas e chegou até lá, arriscando a vida, para vendar-lhe os olhos. Que assistiu a transformação em sua estrutura, que o povo chamou de “Tribunal da Eneida”, desconhecido da atual geração e que a posteridade lembrará.

Que recorda grandes tribunos e talvez tenha esquecido os fracassos. Às vezes, alguns tentam ultrajá-la, quebrar a sua dureza inflexível. Mas sempre ressurge, como fênix, das cinzas, para atestar sua soberania ante o povo, como garantia da ordem e tranquilidade.

Coluna A Cidade em Foto do Jornal A Gazeta, 15 de fevereiro de 1964.