Em fotografia para ser melhor vista

Em fotografia para ser melhor vista

[vc_row][vc_column][vc_single_image image=”14074″ img_size=”large”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Coluna A Cidade em Foto do Jornal A Gazeta de 16 de abril de 1964.

Não será exagero dizer que mais de oitenta por cento da população ainda não indignou olhá-la. Muitos nem sabem se ela existe, lá no alto do Palácio da Justiça, confirmando que estão errados aqueles que dizem que a justiça deve ser cega e os pratos da balança devem ficar no “ouro-fio”. Pois a Deusa Thêmis, a Dama da Justiça, que aí está, vem provar que precisa enxergar para decidir, e a balança deve pender sempre para o lado que tiver razão. Mas nessa história acreditou o saudoso Ruy Gama e Silva, irmão do conceituado dr. Gama e Silva. E na Revolução de 1980, o jovem Ruy, querendo que a Justiça fosse cega em seus pronunciamentos, dizem, que somente o tempo conseguiu retirar. Se ela enxergou ou não em seus julgamentos, a história que nos contaram não diz.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA MAIS