Ela conta as alegrias da cidade

Ela conta as alegrias da cidade

Primeiramente, ela ostenta, com orgulho e justiça, o título de principal artéria. É a passarela da cidade, que já foi de paralelepípedos, agora bem cobertos de asfalto. Para qualquer acontecimento importante, a obrigação é passar pela avenida Eduardo Ribeiro, que também lembra um governador, símbolo, assim, de certa época faustosa.

Desfile escolar bota estudante nela. Parada militar traz soldados para desfilar. Provas esportivas. Procissão de santo. Passou pela Avenida, ganha realce, aumenta o gabarito. Todo mundo corre pra ver. Ou seja, é aqui onde se faz o carnaval de rua da cidade. Que fica sempre assim, de povo, unido, sem preconceitos, irmanado todos, numa verdadeira comunidade feliz.

Afinal, a passarela, agora de asfalto, da cidade. Que conta toda uma história, mais de alegrias do que de tristeza. E por isto ela é, simplesmente, com toda singeleza, a Avenida.

Coluna A Cidade em Foto do Jornal A Gazeta, 10 de fevereiro de 1964.