SIDERAMA

Durango Duarte - SIDERAMA_1988

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Panorâmica aérea da Companhia Siderúrgica da Amazônia. Além das unidades internas a siderúrgica possuía um cais flutuante por onde recebia a matéria prima e exportava os manufaturados. Nota-se a BR-319 em um lado e os conjuntos de apartamentos da Marinha, em outro. Fotografia tirada na década de 1980.

Foto: Acervo da Siderama. Fonte: Manaus Sorriso.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

VEJA MAIS