Manaus a joia do Rio Negro

Manaus a joia do Rio Negro

Na edição do O Malho de 1938 Manaus é o destaque pois, é uma das mais jovens e belas cidades do Brasil. Manaus é visitava por intelectuais, poetas e jornalistas. No O Malho podemos ver as fachadas dos principais prédios da cidade, como o Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Palácio da Justiça e Palácio Rio Negro.

Fonte: O Malho, Ed. 290 ano XXXVII – 22 de dezembro de 1938.