Um inglês chamado Henry Alexander Wyckham

Em 21 de março de 2017 às 08:00.

compartilhe

Henry Wyckham nasceu em 29 de maio de 1846, em Grove Cotagge, bairro de Haverstock Hill, em Londres. Oriundo de uma família de classe média era o filho mais velho do advogado, também chamado Henry, morto quatro anos após seu nascimento, em Londres, vítima da epidemia de cólera de 1850. Sua morte mudou o rumo de tudo, a família teve que se mudar de bairro e sua mãe, Harriette, chapeleira de profissão, precisou voltar ao antigo ofício.

Henry era um tipo aventureiro, itinerante, sem grande erudição. Inspirado em relatos contemporâneos de aventureiros e exploradores e, na esperança de recuperar alguma fortuna para sua família, em 5 de agosto de 1866, com 20 anos, viajou para a Nicarágua, lá chegando no dia 22 de outubro. A Costa do Mosquito e o interior da Nicarágua seriam o “batismo de fogo” de Henry. Naquele país ele viajou por nove meses em busca de aves exóticas e  de plumagens para serem usadas na chapelaria da mãe.

Durante as suas viagens Henry muito aprendeu sobre as propriedades da borracha, mas a vida na selva nicaraguense era perigosa, ele conseguiu evitar ser vítima de uma epidemia local de cólera, mas não da malária e de outras feridas ocasionadas por picadas de insetos. Por um mês ficou se recuperando na cidade mineira de Consuelo, até ficar suficientemente melhor para voltar à Inglaterra. Quando chegou a casa, Henry estava doente, com cicatrizes de feridas no corpo e desanimado.

Do outono de 1867 até o outono de 1868, Henry permaneceu em sua casa em Marylebone, e provavelmente tenha ajudado a sua mãe em sua loja na Sackville Street, em Londres.

Em dezembro de 1868 seu espírito aventureiro reavivou e, no dia 11 de janeiro de 1869, Henry pegou carona em um barco cheio de contrabandista rumo ao Rio Orinoco até Cuidad Bolivar, na Venezuela. Durante esta aventura, Henry procurou árvores de valor econômico,  especialmente seringueiras, mas no decorrer de uma difícil viagem de canoa, construída pelos nativos, ele contraiu malária e precisou viajar  rio abaixo até a cidade de Trinidad, doente e quase sem um tostão.

Em Trinidad, Henry se juntou com tal Sr. Watkins e viajaram rio acima novamente, através das corredeiras de Urubana. Foi uma viagem difícil por terras habitadas por tribos hostis, crocodilos no rio e insetos causadores de doenças. Durante a viagem eles se encontraram com Andreas Level, que tinha informações de vastas extensões de seringueiras na costa do Orinoco.

Mas Henry sofreu novas picadas de mosquito e foi infectado. Doente foi forçado a seguir em frente até chegar ao Rio Negro em maio de 1870. Chegou a Manaus, a cidade que fazia negócios com a Inglaterra, em 3 de setembro de 1870.

Em Manaus, Henry Befriended Drummond-Hay, o cônsul britânico, deu-lhe assistência até que a sua saúde melhorasse o suficiente, que lhe permitisse voltar para Londres.

De volta a Londres, Henry casou Violet Case Carter, filha do livreiro que publicou seus diários na Nicarágua e América do Sul.

No final do verão de 1872, Henry, sua esposa, mãe, irmã, o noivo de sua irmã, seu  irmão John Wyckham, sua noiva e vários outros trabalhadores ingleses, homens e mulheres , saíram de Liverpool com destino ao porto de Belém e de lá para  Santarém, onde pretendiam começar novas vidas como fazendeiros.

As tentativas agrícolas de Henry falharam e, em 1873, ele estava arruinado. Só ele, a sua esposa, seu irmão e irmã e seus cônjuges ficaram vivos, todos os demais haviam morrido por causas desconhecidas, provavelmente por doenças tropicais.

A exceção de Violet, o resto dos seus familiares ficou em Santarém tentando juntar dinheiro para voltar para a Inglaterra. Henry e Violet permaneceram na selva, agora sozinhos.

No final de 1873 ele recebeu a informação de que teria uma missão oficial do Foreign Office à sua espera em Belém, isso o animou enormemente e sua vida voltou a ter sentido. Agora não era mais o Henry sonhador, mas a perspectiva de ser um agente da coroa lhe entusiasmava, pois havia proposto estabelecer um viveiro de seringueiras e depois embarca-las para a Inglaterra, com a garantia de que seria um grande número de saudáveis plantas jovens, com tamanho e resistência uniformes.