Roteiro Amazônico: Val-de-Cans, já foi a base do inferno

Em 26 de dezembro de 2016 às 08:00.

compartilhe

Quando a Aeronáutica queria castigar alguém da Força Aérea Brasileira, transferia para Belém do Pará, sede da 1ª Zona Aérea (atualmente 1º COMAR – Primeiro Comando Aéreo Regional). Até que um dia, nos idos de 1949, o coronel Jocelin Barreto Brasil Lima, assumiu o comando da Base de Val-de-Cans e a transformou radicalmente. Reformou o cassino, construiu piscinas, botou o cinema funcionando, promoveu festas, proporcionou aos oficiais casados um ambiente de conforto.

FONTE

Revista O Cruzeiro. Rio de Janeiro: Edição 51, 07 de outubro de 1950.