• Durango Duarte - Praça Benjamin Constant na década de 1970
    • Iconografia
    • Manaus
    • Manaus, entre o passado e o presente

    Praça Benjamin Constant na década de 1970

    Vista da antiga Praça Benjamin Constant. Década de 70. Foto: Correia Lima. Acervo: Eduardo Braga.

    No fim da década de 20, a Intendência Municipal, por meio da Lei 1.477, de 16 de abril de 1928, deu-lhe novo nome: Praça Coronel Antônio Bittencourt. Dois anos depois, por meio do Decreto 3, de 1º de novembro de 1930, de autoria do prefeito Marciano Armond, voltou a ser denominada Benjamin Constant. Posteriormente, com o processo de urbanização da Cidade, a Praça Benjamin Constant foi extinta. Em sua área, construiu- se, por volta de 1939, a antiga subusina de energia elétrica da empresa Manáos Tramways and Light Company Limited e um galpão que servia de oficina de bondes, onde hoje existe uma unidade da Manaus Energia e o Mercado Municipal Walter Rayol, no bairro Cachoeirinha.

    Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.

Fechar

Deixe uma resposta