• Instituto Durango Duarte
    • Iconografia
    • Manaus
    • Outras Coleções

    Posse de Plínio Coelho, festa no Amazonas

    Milionária por duas décadas, Manaus adquiriu um ar supercivilizado e imitou as cidades cultas da Europa, em suas edificações e em seus hábitos. Contudo, após o fim do ciclo da borracha, ficou estagnada até que o processo de desenvolvimento instalado no país chegasse na capital amazonense. A cidade passou então por um processo de recuperação, período em que sua economia era baseada na exportação de madeira de lei e na refinaria de petróleo. (Revista Manchete Ed. 565 – 1963)

    Fonte: Biblioteca Nacional.

Fechar

Deixe uma resposta