Neurose de Guerra, uma reportagem aprovada pela censura militar

Em 3 de fevereiro de 2017 às 08:00.

compartilhe

“Acreditamos que a lembrança e o ensinamento transmitidos pelo horror da guerra não é possível de ser legado de uma geração a outra geração. Só em nós mesmos poderá viver a amargura, a dor, a trágica importância negativa de um conflito de proporção do que travamos. Nunca será possível fazer nossos filhos e netos sentirem a fundo o que passamos, o que nos ameaçou, o que nos atacou. Mas, os homens que viveram essas horas poderão apagar espetáculos como este? Poderão esquecer?”. A reportagem traz uma trágica e dolorosa história na qual são personagens os Homens Esquecidos, os brasileiros que fizeram parte da Força Expedicionária Brasileira durante a 2ª Guerra Mundial.

FONTE

Revista O Cruzeiro. Rio de Janeiro. Edição 33 – 09 de junho de 1945.