• Durango Duarte - Igreja de São Raimundo (2)
    • Iconografia
    • Manaus
    • Manaus, entre o passado e o presente

    Igreja de São Raimundo (2)

    Fachada principal da igreja. Foto: Durango Duarte.

    Em 1877, as primeiras famílias católicas que residiam na área hoje compreendida pelo bairro São Raimundo – à época, isolado de Manaus (ver Capítulo Pontes) – fizeram um pedido à Igreja Matriz da Capital: o envio de um padre para celebrar missas naquele lugar, em um barracão de madeira e palha.

    A primeira celebração eucarística realizada no bairro foi conduzida pelo padre Raimundo Amâncio de Miranda, vigário da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios. Foi esse religioso que trouxe a imagem do Santo.

    Decorridas duas décadas, em 1899, o padre Manoel Florêncio lançou a pedra fundamental da igreja, mas, sua inauguração aconteceria somente mais de trinta anos depois, em 25 de dezembro de 1935, pelo bispo Dom Basílio Manuel Olímpio Pereira, e com as obras ainda incompletas.

    A criação da Paróquia de São Raimundo ocorreu em 15 de dezembro de 1941 e sua direção foi entregue ao padre Henrique Klein – primeiro pároco dessa Igreja e que fazia parte da Congregação dos Padres do Espírito Santo.

    Quanto ao templo, sua construção foi definitivamente concluída em 1953, após receber os ladrilhos e o forro.

    A principal comemoração realizada pela Paróquia é a festa do dia dedicado a São Raimundo Nonato – 31 de agosto –, com procissão pelas ruas do bairro, seguida de missa.

    Essa igreja localiza-se na praça Ismael Benigno (ver Capítulo Praças), bairro São Raimundo, Zona Oeste da Cidade.

    Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.

Fechar

Deixe uma resposta