• encontro-das-aguas-e-embarcacoes-6
    • Iconografia
    • Manaus
    • Manaus 343

    Encontro das Águas e Embarcações

    “Em questão de Solimões, fundamental é saber que o negro não se mistura com o amarelo”… Este trecho da música “Não mate a mata”, composição do maestro Adelson Santos, representa bem um dos espetáculos naturais mais conhecidos de Manaus e do Brasil, que é o Encontro das Águas, ponto onde há a confluência das águas escuras do rio Negro com as águas barrentas do rio Solimões. E navegando sobre estes rios, singram as nossas embarcações regionais, levando e trazendo o caboclo, cuja vida é governada pelas águas.

    Imagem retirada do livro 343 Manaus do escritor Durango Duarte. Livro publicado em 2012 homenageando a capital amazonense pelo seu 343º aniversário.

Fechar

Deixe uma resposta