• Durango Duarte - Biblioteca Senador Bernardo Cabral
    • Iconografia
    • Manaus
    • Manaus, entre o passado e o presente

    Biblioteca Senador Bernardo Cabral

    Vista do prédio da biblioteca. Foto: Maurília Gomes.

    De propriedade da Fundação Rede Amazônica, a Biblioteca Senador Bernardo Cabral foi inaugurada em 30 de abril de 2004 e está localizada em um edifício de dois andares, na praça Francisco Pereira da Silva – popularmente conhecida como Bola da Suframa –, n. 149, bairro Crespo, Zona Sul.

    Seu público é composto, principalmente, por alunos dos cursos oferecidos pela Fundação Rede Amazônica, mas atende, também, a estudantes de escolas públicas e pesquisadores   de modo geral. Ao todo, a Biblioteca tem, aproximadamente, seiscentas obras em seu acervo, como vídeos, livros, jornais dos anos de 1919 a 1959 e documentos.

    Mesmo especializada nos temas Amazônia e Comunicação Social, a Biblioteca Senador Bernardo Cabral é detentora de obras relacionadas a outras áreas do conhecimento: Literatura Brasileira e Regional, História, Economia, Indústria de Plástico e Ciências Jurídicas, sendo que as obras referentes a esse último tema foram doadas pelo próprio Bernardo Cabral. Seus usuários podem dispor, ainda, de computadores para acesso à internet, mediante o pagamento de uma taxa/hora.

    BERNARDO CABRAL (27-3-1932)

    José   Bernardo   Cabral   nasceu em Manaus e estudou, entre 1943 e 1949, no Colégio Estadual do Amazonas, atual Colégio Amazonense D. Pedro II.  Em 1954, concluiu o curso de bacharel pela antiga Faculdade de Direito do Amazonas.

    Posteriormente, concluiu os cursos de Psicologia e Serviço Social. Assumiu diversos cargos públicos, dentre eles o de secretário de Segurança Pública do Estado, em 1957. Elegeu-se deputado estadual, depois, federal. Ingressou na Academia Amazonense de Letras em 1982, na Cadeira de número 1. Foi relator-geral da Constituição Federal de 1988. Em 1990, assumiu o cargo de ministro da Justiça e em 1994 foi eleito senador da República. Publicou diversas obras sobre os temas Direito Administrativo, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Sustentável, entre outros.

    Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.

Fechar

Deixe uma resposta