• Durango Duarte - Barão de Sant'anna Nery
    • Iconografia
    • Manaus
    • Manaus, entre o passado e o presente

    Barão de Sant’anna Nery

    Vista do monumento, no jardim Jaú, de onde se vê, ao fundo, o prédio do Banco do Brasil e os ônibus circulando na rua Marquês de Santa Cruz. Acervo: João Bosco Araújo.

    Frederico José de Sant’Anna Nery nasceu em Belém do Pará, mas passou os primeiros anos de sua infância na cidade de Manaus, de onde partiu, ainda menino, para estudar em Paris, França. Concluiu dois cursos de bacharelado, um em Letras e outro em Ciências, e um doutorado, em Direito. Tornou-se escritor e publicou diversas obras sobre a Região Amazônica, entre elas, Le Pays des Amazones, de 1885. Como era um defensor da Igreja Católica no Brasil, recebeu, do Papa Leão XIII, o título de barão. Faleceu na sala de entrada do hospital Beaujon, na capital francesa. Por ordem do Governo do Estado, seus restos mortais foram trasladados para Manaus, no vapor italiano Colombo, e sepultados no cemitério São João Batista em 11 de outubro de 1901, na cova 13.494. Frederico Sant’Anna Nery é patrono   da Cadeira de número 14 da Academia Amazonense de Letras.

    Imagem e texto retirados do livro Manaus, entre o passado e o presente do escritor Durango Duarte.

Fechar

Deixe uma resposta