8ª semana de 1969

compartilhe

19 DE FEVEREIRO - QUARTA-FEIRA

• O “Brigue Independência”, cordão carnavalesco formado por 30 crianças fantasiadas de marujos, desfila na avenida Eduardo Ribeiro e arranca aplausos dos foliões. O bloco é organizado por Osmar Lima de Araújo e Agenor Barbosa, com alunos da Escolinha “Beija-Flor”, do conjunto residencial da Cohab-AM, em Flores. (O Jornal, de 20 de fevereiro de 1969, p.9)

20 DE FEVEREIRO – QUINTA-FEIRA

• Início da 38ª Assembleia da Convenção Batista do Amazonas, Acre e Territórios Limítrofes, “reunindo 21 Igrejas representadas por 139 mensageiros. A Convenção tem por sede a 2ª Igreja Batista de Manaus. Para a presidência foi reeleito o sr. Moacir Alves e para 1ª vice o pastor José Vilaça”. (Jornal do Comércio, de 21 de fevereiro de 1969, p.8)

21 DE FEVEREIRO – SEXTA-FEIRA

• Inauguração de uma agência do Banco Mercantil de Niterói, na avenida Eduardo Ribeiro 399/403. (A Crítica, de 21 de fevereiro de 1969, capa)

• O tenente-coronel Paulo Figueiredo assume o comando do 27º Batalhão de Caçadores, em substituição ao coronel Coutinho. (Jornal do Comércio, de 22 de fevereiro de 1969, capa)

22 DE FEVEREIRO - SÁBADO

• O Rio Negro Clube abre as portas da sua sede ao público para apreciação da ornamentação feita para o carnaval. “Tendo como motivação a conquista espacial, a decoração foi das mais aplaudidas, daí ter a diretoria rionegrina resolvido dá-la à visitação pública, com o que restaura uma tradição que já há alguns anos não se observava”. (Jornal do Comércio, de 22 de fevereiro de 1969, p.8)

23 DE FEVEREIRO - DOMINGO

• Com gols de Dilson e Elias, a equipe do XV de Agosto vence o Cruzeiro Atlético por 2×0, no primeiro jogo da final do campeonato da “Segunda Categoria de Amadores”, em partida realizada no estádio “Gilberto Mestrinho”. O árbitro foi Mário Santos, auxiliado por Marcos Antônio e Alexandre Lourenço. O XV de Agosto jogou com Louro; Barrote, Agenor, Tote e Almir; Ademir e Beto; Elias (Pompeia), Sabará, Segunda e Dilson. O Cruzeiro Atlético foi a campo com Jofre; Calé, Acreano, Paulinho e Waldeir; Waldir e Chiquinho; Martins (Geraldo), Torrado, Zé Mário e Adalberto. (Diário da Tarde, de 24 de fevereiro de 1969, p.4)

24 DE FEVEREIRO – SEGUNDA-FEIRA

• Inauguração da Estação Experimental do Instituto de Pesquisas e Experimentação Agropecuárias do Norte (Ipean), no quilômetro 30 da estrada Manaus-Itacoatiara. (Diário da Tarde, de 24 de fevereiro de 1969, capa)

25 DE FEVEREIRO - TERÇA-FEIRA

• Eleição do novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral para o cargo vago com a morte do desembargador João Meireles. O desembargador Paulino Gomes é o mais cogitado. (Jornal do Comércio, de 22 de fevereiro de 1969, p.8)

• Igreja Católica inicia a Campanha da Fraternidade de 1969, com o slogan “Somos Todos Irmãos”. O lançamento ocorreu no auditório da Associação Comercial. (Jornal do Comércio, de 25 de fevereiro de 1969, capa)

• O Serviço de Proteção Patrimonial (SPP) inicia suas atividades de policiamento privado no centro da cidade. “Um contingente de 30 homens, adestrados em defesa pessoal, tiro ao alvo, judô e outros aperfeiçoamentos, foi destacado para garantir os estabelecimentos comerciais contra as investidas dos meliantes e proporcionar maior tranquilidade à população. O primeiro contingente foi dividido em cinco turmas para policiar 20 artérias centrais, como Av. Eduardo Ribeiro, 7 de Setembro, Marechal Deodoro e rua Barroso, dentre outras”. (Jornal do Comércio, de 26 de fevereiro de 1969, p.8)

Por Durango Duarte.

Clique aqui e leia a série 50 anos (1969-2019).

sobre o autor

Articulista-Durango-Duarte Durango Duarte é empresário, publicitário, escritor e pesquisador. É Diretor-Presidente do Instituto Durango Duarte e CEO das empresas #PESQUISA365 e The Voice. Nasceu em 11 de novembro de 1963, em Cachoeira do Sul/RS e veio com a família à capital amazonense em fevereiro de 1975. Apaixonado pela história, pelas memórias de Manaus.