7ª semana de 1969

compartilhe

12 DE FEVEREIRO - QUARTA-FEIRA

• Aniversário do sr. Isaac Benaion Sabbá, um dos pioneiros da indústria no Amazonas. (Jornal do Comércio, de 12 de fevereiro de 1969, p.3)

• A Ação Social Beneficente da Praça 14 de Janeiro, presidida pelo sr. Garcia de Morais, realiza grande boate, com a apresentação do famoso Manolo de Espanha, cantor de fama internacional, e do conjunto “The Good Boys”. (Jornal do Comércio, de 12 de fevereiro de 1969, p.3)

13 DE FEVEREIRO - QUINTA-FEIRA

• O Nacional Futebol Clube conquista o título de campeão amazonense de voleibol masculino, categoria juvenil, vencendo a equipe do Olímpico Clube por 3 sets a 1. A decisão aconteceu na quadra do Ginásio Sesc-Senac. (Jornal do Comércio, de 14 de fevereiro de 1969, p.4)

14 DE FEVEREIRO - SEXTA-FEIRA

• Coquetel de lançamento do conjunto residencial Cidade Jardim, a ser construído nas imediações do Bosque Clube, na avenida João Coelho, atual Constantino Nery. O evento ocorreu na sede da Empresa de Serviços Urbanos S.A. (Esusa), na avenida Getúlio Vargas, 1085. (A Crítica, de 14 de fevereiro de 1969, p.8)

• Aniversário de 22 anos do Sindicato dos Contabilistas do Estado do Amazonas, criado em 14 de fevereiro de 1947. (A Crítica, de 14 de fevereiro de 1969, p.8)

• Um ano da morte do engraxate Walderglace Grangeiro, de 13 anos, “estrangulado por suas próprias calças e seu corpo foi largado nas margens da estrada do Parque 10 de Novembro, em um crime que emocionou a opinião pública de todo o Estado”. (Diário da Tarde, de 17 de fevereiro de 1969, p.2)

15 DE FEVEREIRO – SÁBADO

• A Fábrica Baré lança a laranjada Clipper, “com água duplamente filtrada e com o sumo extraído da laranja”. (A Crítica, de 15 de fevereiro de 1969, p.8)

16 DE FEVEREIRO - DOMINGO

• Final do 2º Festival da Música Carnavalesca do Amazonas, no auditório do Sesc-Senac, promovido pela Rádio Baré. (Jornal do Comércio, de 16 de fevereiro de 1969, p.8)

17 DE FEVEREIRO - SEGUNDA-FEIRA

• O Olímpico Clube promove a “Festa do Adeus”, com a despedida da boneca Kamélia, símbolo do carnaval de Manaus. (A Crítica, de 15 de fevereiro de 1969, p.2)

• O Internacional Clube, do Boulevard Amazonas, realiza festa para a chegada da boneca “Jardineira”. (A Crítica, de 17 de dezembro de 1969, capa)

• O Rio Negro Clube promove o tradicional “Baile de Gala do Carnaval”. “Para a grande noitada de luxo e da festa do Carnaval Amazonense, o Salão dos Espelhos está a receber a decoração a cargo do professor Abelardo dos Santos, que se esmera pelos surpreendentes efeitos da cenografia em dar ao ambiente das folias rionegrinas um ‘decor’ da mais suntuosa fantasmagoria carnavalesca”. (Jornal do Comércio, de 16 de fevereiro de 1969, p.5)

18 DE FEVEREIRO - TERÇA-FEIRA

• Terça-feira gorda de carnaval: “Na avenida Eduardo Ribeiro, hoje à tarde, além dos ‘mascarados’, dos ‘sujos’, dos blocos improvisados, poderemos apreciar a Escola de Samba lá do Boulevar Amazonas com o Nascimento do Passo fazendo misérias na frente do cordão”. (O Jornal, de 18 de fevereiro de 1969, p.9)

• A União Esportiva Portuguesa realiza a festa “Despedida do Pierrot”, com a entrega dos prêmios às seis melhores fantasias (luxo e originalidade) escolhidas no “Baile do Pierrot”, ocorrido no dia 8 de fevereiro: “Luxo: 1º lugar – Maria Luísa da Silva, premiada com uma passagem de ida e volta a Miami (Flórida, EUA), oferecida pela empresa ARCHER PINTO; 2º lugar – Maria de Lourdes Peres, uma passagem de ida e volta para Belém do Pará, ofertada pela Paraense Transportes Aéreos; e 3º lugar – Marina Péres – prêmio ‘José Ribeiro Soares’. Originalidade: 1º lugar – Maria do Socorro Izel, premiada com uma passagem de ida e volta ao Rio de Janeiro, ofertada pela VARIG; 2º lugar – Manuel Moura Costa, prêmio Lojas Boliche; e 3º lugar – dra. Maria Leonor Coutinho, prêmio ofertado pela União Esportiva Portuguesa”. (O Jornal, de 18 de fevereiro de 1969, p.9)

Por Durango Duarte.

Clique aqui e leia a série 50 anos (1969-2019).

sobre o autor

Articulista-Durango-Duarte Durango Duarte é empresário, publicitário, escritor e pesquisador. É Diretor-Presidente do Instituto Durango Duarte e CEO das empresas #PESQUISA365 e The Voice. Nasceu em 11 de novembro de 1963, em Cachoeira do Sul/RS e veio com a família à capital amazonense em fevereiro de 1975. Apaixonado pela história, pelas memórias de Manaus.