51ª SEMANA – DEZEMBRO DE 1969

compartilhe

17 DE DEZEMBRO – QUARTA-FEIRA

• Inauguração da Casa Athenas 2, na Praça Tenreiro Aranha, n. 22 – Edifício Tartaruga. A loja de confecções é de propriedade do comerciante Panayate Boubalos. (A Notícia, de 18 de dezembro de 1969, p.5)

18 DE DEZEMBRO – QUINTA-FEIRA

• Aniversário de quatro anos de criação da Escola de Serviço Público do Amazonas (Espea), estabelecimento de nível médio criado pela lei estadual nº 354, de 18 de dezembro de 1965. Seu diretor é o professor Mário Amorim. (Jornal do Comércio, de 18 de dezembro de 1969, p.8)

• Inauguração da Boutique Black River Calçados, na rua Joaquim Sarmento, n. 28. (O Jornal, de 18 de dezembro de 1969, p.3)

• O Colégio Brasileiro realiza a entrega dos certificados dos alunos da 4ª série Ginasial, no salão do estabelecimento. (O Jornal, de 16 de dezembro de 1969, p.3)

19 DE DEZEMBRO – SEXTA-FEIRA

• A firma Irmãos Prata S. A. vence a licitação para a construção da nova sede do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), na Estrada do Aleixo. (A Crítica, de 20 de dezembro de 1969, p.3)

• Lançamento do livro “Manaus – Roteiro Histórico e Sentimental da Cidade do Rio Negro”, de autoria do jovem escritor amazonense Luiz de Miranda Corrêa, com prefácio de Arthur Cezar Ferreira Reis, contracapa de Leandro Tocantins, lançado pela Editora Artenova Ltda. O evento ocorreu no Salão de Leitura da Biblioteca Pública do Estado. (Jornal do Comércio, de 16 de dezembro de 1969, p.8)

• O Curso de Desenho e Pintura do Museu do Estado realiza, na Pinacoteca Pública, a entrega dos diplomas aos seus formandos. (O Jornal, de 20 de dezembro de 1969, p.5)

• Os finalistas do Curso Pedagógico do Colégio Normal Ajuricaba realizam baile de formatura, no Ideal Clube. (O Jornal, de 10 de dezembro de 1969, p.3)

• Inauguração das novas instalações do Canto do Galeto. (A Notícia, de 14 de dezembro de 1969, p.7)

• As Lojas Maçônicas de Manaus realizam a “Festa da Fraternidade”, no Acácia Clube, com a apresentação dos diplomas de 1969, pertencentes à família maçônica. (A Crítica, de 18 de dezembro de 1969, p.9)

• O restaurante “Bosque El Torito”, localizado à rua Ajuricaba, n. 1.605, no bairro Cachoeirinha, realiza jantar de confraternização para os cronistas sociais e radialistas de Manaus. (Jornal do Comércio, de 20 de dezembro de 1969, p.3)

20 DE DEZEMBRO – SÁBADO

• O Nacional vence a equipe do Olímpico por 2×0, no estádio da Colina, e se torna bicampeão amazonense de futebol. Os gols foram de Mário, aos 41 minutos do 2º tempo, e de Márcio, aos 44. (Jornal do Comércio, de 21 de dezembro de 1969, capa)

• Realização do almoço de confraternização dos funcionários do jornal “A Crítica” e Editora Calderaro, no Solar da Olímpia. (A Crítica, de 22 de dezembro de 1969, p.9)

• Encerramento do ano letivo da escola “Anjo da Guarda”, localizada na rua Antimary, n. 67, no bairro Cachoeirinha, dirigida pelo professor Jorge Alves dos Santos. (O Jornal, de 20 de dezembro de 1969, p.5)

• A Escola de Enfermagem de Manaus, dirigida pela professora Iraildes Alves Ferreira, realiza a cerimônia de colação de grau das novas enfermeiras de saúde pública, no Auditório “Alberto Rangel”. As formandas são todas procedentes de outros estados: Alvina Mota e Marly Risuenho (MA), Anita Barros (CE), Deolinda Bittencourt, Ermelinda Neves, Maria Belich, Maria Braga, Maria da Conceição Salles, Maria Neves da Costa e Tereza de Jesus Pena (PA), e Maridete de Souza (PI). (O Jornal, de 21 de dezembro de 1969, p.5)

• A Escola de Serviço Público do Estado do Amazonas (Espea) realiza a formatura da primeira turma do curso de Assistente Técnico de Administração. A entrega dos diplomas foi no Auditório “Alberto Rangel”, e a recepção, na Varanda Tropical do Hotel Amazonas. (O Jornal, de 20 de dezembro de 1969, p.3)

• O Colégio Normal Ajuricaba realiza a solenidade de entrega de diplomas de 70 novos professores, no Palácio Rodoviário. A diretora do colégio localizado no bairro Cachoeirinha é a professora Iracema de Oliveira e Silva. (A Crítica, de 19 de dezembro de 1969, p.3)

• O Lions Clube de Manaus – Centro realiza jantar de confraternização, no Parque Aquático do Atlético Rio Negro Clube. (A Crítica, de 20 de dezembro de 1969, p.3)

21 DE DEZEMBRO – DOMINGO

• Lançamento do caderno especial da Coluna por Dois, do jornal “A Notícia”, com as fotos das nove jovens senhoras mais elegantes de Manaus de 1969, trabalho do fotógrafo Amâncio Costa. As eleitas pela coluna foram: Yvone Franco de Sá Bomfim, Charuffe Abrahim Nasser, Anabela Montenegro da Silva, Maria José (Zezé) Pereira de Paula, Ana Maria Grangeiro Said, Maria Margarida (Margot) Fernandes Couto, Sandra Pinheiro Braga, Mary Pazuello Sabbá e Maria Celeste Pereira. O material foi lançado, oficialmente, na Boate Moranguinho, do Ideal Clube. (A Notícia, de 21 de dezembro de 1969, encarte)

• Realização do Festival de Ballet Clássico e Danças Modernas de Glória Velasquez e Carlos Santa Brígida, no Teatro Amazonas. (Jornal do Comércio, de 16 de dezembro de 1969, p.8)

• O Clube da Imprensa realiza o “Natal dos Jornalistas”, na quadra do Sesc-Senac, com a participação do conjunto musical “The Sinners” e de Oscarino e Peteleco. (Diário da Tarde, de 22 de dezembro de 1969, capa)

22 DE DEZEMBRO – SEGUNDA-FEIRA

• O Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva do 1º Batalhão de Infantaria da Selva realiza, no quartel do BIS, no bairro São Jorge, a solenidade de declaração de Aspirantes a Oficial da Reserva do Exército de 28 jovens. “Foram entregues as espadas aos três primeiros lugares do curso pelo General Rodrigo Octávio, Governador Danilo Areosa e Dom João de Souza Lima e, logo em seguida, as madrinhas procederam da mesma maneira com os outros formandos. Ocorreu o juramento à Bandeira, leitura do Boletim e outros protocolos de praxe. Também foi inaugurado o novo Pavilhão do NPOR, tendo descerrado o pano que cobria a placa inaugurativa, o general Rodrigo Octávio”. (Diário da Tarde, de 22 de dezembro de 1969, capa)

• Entrega da “Medalha Cidade de Manaus” a um primeiro grupo de personalidades já agraciadas, por decreto, pelo governador Danilo Areosa: Rafael Faraco, Deputado Estadual; Prof. Paulo Nery, Prefeito Municipal; Dom João de Souza Lima, Arcebispo Metropolitano; Dr. Djalma Batista, Presidente da Academia Amazonense de Letras; Jornalista Epaminondas Barahuna, Diretor dos Diários e Rádios Associados do Amazonas; Prof. Dr. Samuel Benchimol, homem de empresa e educador universitário; Prof. Jauary Marinho, Reitor da Universidade do Amazonas; Dr. Francisco Pereira da Silva, ex-Deputado Federal e autor da Lei que criou a Zona Franca de Manaus; e o próprio Governador Danilo Areosa, por decreto do Deputado Rafael Faraco, quando foi governador em exercício. Os demais homenageados receberiam a comenda em datas posteriores. (O Jornal, de 23 de dezembro de 1969, p.5)

• O governador Danilo Areosa assina decreto, concedendo a “Medalha Cidade de Manaus” a mais um grupo de homenageados: “Governador José Roberto de Abreu Sodré – pela obra de projeção do Amazonas no Estado de São Paulo; Secretário Antônio Vinícius Raposo da Câmara – por sua ação administrativa no processo de renovação do sistema estadual de Educação e Cultura; Bispos Prelados da Amazônia Ocidental: Dom Adalberto Marzi, Dom Giocondo Maria Grotti, Dom Miguel Alagna, Dom Joaquim de Lange, Dom Adriano Veigie, Dom Miguel d’Aversa, Dom Paulo Mchugh, Dom Mário Roberto Anglim e Dom Arcângelo Cerqua – por sua obra permanente de assistência ao desenvolvimento social da região; Doutor Emídio Vaz de Oliveira – em nome da Comunidade Portuguesa do Amazonas; Professor Bradford Burns – da Universidade de Miami, por sua valiosa obra de sociologia sobre a região; Professor Mário Ypiranga Monteiro – por sua obra de pesquisa e divulgação do folclore amazônico; Jornalista Maria de Lourdes Archer Pinto – pela dinamização da empresa jornalística pioneira no Estado; e Jornalista Umberto Calderaro Filho – por sua obra renovadora, também no setor da Imprensa, instrumento inestimável na tarefa do desenvolvimento do Estado”. (O Jornal, de 24 de dezembro de 1969, p.4)

23 DE DEZEMBRO – TERÇA-FEIRA

• A Celetramazon realiza a distribuição de brinquedos aos filhos dos seus funcionários, no Cine Palace, localizado no Boulevard Amazonas. (Jornal do Comércio, de 23 de dezembro de 1969, p.8)

• A Companhia Amazonense de Telecomunicação (Camtel), em assembleia geral, reelege a atual diretoria da empresa: Carlos Lins, presidente; Júlio Silva, diretor administrativo, e Calil Dib, diretor-técnico. (Jornal do Comércio, de 24 de dezembro de 1969, p.8)

• Constituição da primeira diretoria da Associação dos Bacharéis em Ciências Contábeis do Amazonas, com sede provisória na avenida Sete de Setembro, altos da loja “Queive”. Seu primeiro presidente é o sr. Themístocles de Souza Nogueira. (Jornal do Comércio, de 24 de dezembro de 1969, p.8)