49ª SEMANA – DEZEMBRO DE 1969

compartilhe

03 DE DEZEMBRO – QUARTA-FEIRA

• O advogado paulista Antenor Nascimento Filho toma posse como novo chefe de gabinete da Suframa. A solenidade foi presidida pelo superintendente coronel Floriano Pacheco. (O Jornal, de 4 de dezembro de 1969, p.5)

04 DE DEZEMBRO – QUINTA-FEIRA

• Aniversário do jornalista Milton Cordeiro, superintendente dos periódicos “O Jornal” e “Diário da Tarde”. (A Notícia, de 4 de dezembro de 1969, p.6)

• O secundarista João Batista Barbosa Pereira recebe o prêmio do 1º lugar no concurso de monografias sobre a cidade de Manaus, realizado pelo Departamento de Turismo e Promoção do Estado (Depro). O 2º lugar ficou com a aluna do Colégio Estadual do Amazonas, Irene Alves da Costa. A entrega ocorreu no gabinete do diretor do Depro. O vencedor ganhou uma Enciclopédia Delta Larousse, e a vice-campeã, um Dicionário Caldas Aulete. (A Notícia, de 4 de dezembro de 1969, p.5)

05 DE DEZEMBRO – SEXTA-FEIRA

• Inauguração do Centro de Estudos Portugueses, na rua José Paranaguá, n. 200, pertencente à Fundação Universidade do Amazonas, do qual é diretor o dr. André Araújo. Na ocasião, Luís Maximino de Miranda Corrêa e José das Graças Barros de Carvalho, primeiro e segundo lugares, respectivamente, receberam prêmios no concurso promovido pela Comunidade Portuguesa do Amazonas, sob o tema “A presença portuguesa no desenvolvimento do Amazonas”. (A Crítica, de 2 de dezembro de 1969, p.9)

• Coquetel de lançamento do edifício “Ruben Melo”, que será construído nas esquinas da avenida Eduardo Ribeiro com a rua 24 de Maio. O evento ocorreu nos salões do Atlético Rio Negro Clube. (O Jornal, de 4 de dezembro de 1969, p.3)

• Lançamento da revista “Atividades do Municipal”, órgão informativo do Clube Municipal. O coquetel ocorreu na sede do clube, no bairro de Flores, e a revista tem como redatores principais os srs. Aurélio Andrade e Oswaldo Lucas. (A Notícia, de 4 de dezembro de 1969, p.6)

06 DE DEZEMBRO – SÁBADO

• Aniversário de 15 anos do Cheik Clube, com sede na avenida Getúlio Vargas, esquina com Ramos Ferreira, tendo como presidente o sr. Jones Abrahim. “Inicialmente o Cheik funcionou em sede provisória, à rua Theodureto Souto, proximidades do Hotel Amazonas, transferindo-se depois para a sede atual”. (O Jornal, de 6 de dezembro de 1969, p.3)

• Aniversário do jornalista e escritor Genesino Braga. (A Crítica, de 6 de dezembro de 1969, p.9)

• Reabertura da Ourivesaria Biase, na avenida Eduardo Ribeiro, com discurso de apresentação pronunciado pelo dr. Gebes Medeiros. (A Crítica, de 6 de dezembro de 1969, p.9)

• Inauguração da sala social do Departamento Esportivo do Olímpico Clube. (O Jornal, de 6 de dezembro de 1969, p.3)

• O Nacional Futebol Clube realiza a festa “Carnaval Tricentão”. (A Crítica, de 3 de dezembro de 1969, p.9)

07 DE DEZEMBRO – DOMINGO

• Incêndio no depósito da indústria de fibras da Brasil Juta, na avenida Presidente Kennedy, consome 300 toneladas de juta, no valor de NCr$ 300.000,00. (A Crítica, de 9 de dezembro de 1969, p.5)

• O Clube de Imprensa do Amazonas, sob a coordenação de Graça Medina, Epaminondas Barahuna e Armando Jimenez, realiza boate na “Sambão”, na União Esportiva Portuguesa. O evento será animado pelos conjuntos “Os Lordes” e “os Diplomatas” e terá a apresentação das candidatas ao “Miss Objetiva” e show do cantor Cauby Peixoto. (Jornal do Comércio, de 7 de dezembro de 1969, p.3)

08 DE DEZEMBRO – SEGUNDA-FEIRA

• Aniversário do cronista social Little Box, com jantar no Hotel Amazonas e as presenças de Baby de Castro e Costa e do cantor Cauby Peixoto. “Depois, Little Box foi ao Mandy’s Bar e recebeu homenagens de Eurico Oliveira e Ruy Sobbely”. (O Jornal, de 11 de dezembro de 1969, p.3)

• Inauguração do novo prédio da Rádio Difusora do Amazonas, na rua Joaquim Sarmento, n. 121. O prefeito Paulo Nery foi quem cortou a fita simbólica: “A cidade, o povo, ricos e pobres, ganharam com a inauguração das novas instalações desta rádio tão querida. Em nome da cidade de Manaus eu lhe agradeço, Josué, pela realização desta grande obra”. (A Crítica, de 9 de dezembro de 1969, p.5)

• Sessão solene comemorativa ao “Dia da Justiça”, no Palácio Clóvis Bevilacqua, uma realização da Associação dos Magistrados Brasileiros (Delegação do Amazonas) e a Associação dos Magistrados e Servidores do Judiciário Amazonense. (O Jornal, de 7 de dezembro de 1969, p.5)

• A cantora Elizete Cardoso, “a divina”, chega a Manaus para realizar três shows, acompanhada do conjunto Zimbo Trio, a convite de dona Violeta de Mattos Areosa, numa promoção em benefício das obras sociais mantidas pela primeira-dama do estado. A primeira apresentação será às 20h30 no Teatro Amazonas, depois, na sede do Olímpico Clube, às 23h30. “E no dia seguinte, dia 9, estará cantando e encantando no Cine Ipiranga”. (O Jornal, de 6 de dezembro de 1969, p.9)

09 DE DEZEMBRO – TERÇA-FEIRA

• Governador Danilo Areosa assina decreto com a lista dos agraciados com a “Medalha Cidade de Manaus”, condecoração instituída em 14 de agosto do corrente pelo Executivo estadual, em comemoração aos 300 anos da capital. São eles: marechal Arthur da Costa e Silva, generais Nelson de Mello, Sizeno Sarmento e Rodrigo Otávio Jordão Ramos, deputado Rafael Faraco, prefeito Paulo Pinto Nery, arcebispo Dom João de Sousa Lima, professores Arthur Cezar Ferreira Reis, Júlio Uchôa, Nunes Pereira e Agnelo Bittencourt, maestros Cláudio Santoro, Nivaldo Santiago, Arnaldo Rebello e a soprano Blanca Bouças, escritor Ferreira de Castro, pintor Manoel Santiago, industriais Sócrates Bonfim e Isaac Benaion Sabbá, Francisco Pereira Silva, economistas Samuel Benchimol e Cosme Ferreira Filho, Riota Iyama, médico Djalma Batista, jornalista Epaminondas Barahuna e professora Eunice Serrano Telles de Souza. (Jornal do Comércio, de 10 de dezembro de 1969, p.8)