25ª semana de 1969

compartilhe

18 DE JUNHO – QUARTA-FEIRA

• Celebração de aniversário de 98 anos de fundação da Associação Comercial do Amazonas (ACA), com “a aposição do retrato do saudoso Presidente Castello Branco no salão de honra da entidade. É a homenagem sincera das classes produtoras amazonenses ao grande líder da Revolução de Março de 1964 e idealizador de todo o esforço que se desenvolve, no sentido da integração da Amazônia ao País”. (O Jornal, de 17 de junho de 1969, p.5)

• Realização de uma noitada junina no Tucunaré Clube de Campo, promovida pela primeira-dama do estado, sra. Violeta de Mattos Areosa, com a participação da banda “Os Embaixadores”. (A Notícia, de 18 de junho de 1969, p.6)

19 DE JUNHO – QUINTA-FEIRA

• Inauguração da loja AMACOM, com especialidade em importações estrangeiras, localizada no Beco do Comércio, n. 65, ponto central da cidade. (O Jornal, de 19 de junho de 1969, p.3)

• Em comemoração aos 15 anos de sua fundação, a Escola de Música Ivete Freire Ibiapina realiza uma “Audição de Piano” no Teatro Amazonas, em homenagem especial aos antigos alunos. “O Curso de Música I. F. I. foi fundado a 26 de abril de 1954, na cidade de Manaus-AM, sob a direção da Profa. Ivete Freire Ibiapina que, entusiasmada com as qualidades pianísticas de suas 1as. alunas (Lísia Mara Brito, Darcy de Paula, Anamaria Correia Leão e Consolação M. Costa), resolveu erigir uma Escola que teria por finalidade formar valores reais na música”. (O Jornal, de 19 de junho de 1969, p.3)

20 DE JUNHO – SEXTA-FEIRA

• O Grupo Simões inicia as obras de preparação do terreno no Aleixo, a 500 metros da Secretaria de Produção, onde será construída a fábrica de refrigerantes das afamadas marcas Coca-Cola e Fanta. (O Jornal, de 19 de junho de 1969, p.5)

• Abertura das propostas enviadas para a construção de um novo pavilhão do Senai, com 450 metros quadrados, de estrutura metálica, cobertura de alumínio e paredes de alvenaria. Ficará anexo à sua sede no bairro Cachoeirinha e servirá para a Oficina de Mecânica Geral. Participaram as seguintes concorrentes: Conterpa; Mosaico Engenharia, Indústria e Comércio Ltda.; Scala; Casul; C.P. Construtinta Ltda.; Pecol; Cointer Ltda.; Construtora Iran Ltda.; Carvalho Hosken S.A.; Companhia Rio Branco de Engenharia e Comércio; Engenharia, Comércio e Transportes Alpejo Ltda.; Construtora Arjana Ltda., e Endeco. (O Jornal, de 20 de junho de 1969, p.5)

• Aniversário de 72 anos da Loja Maçônica “Aurora Lusitana”, fundada em 20 de junho de 1897 por um grupo de portugueses. O evento ocorreu em sua sede, à avenida Sete de Setembro, n. 1.832. (Jornal do Comércio, de 20 de junho de 1969, p.8)

• Finalistas do Curso Ginasial do Colégio Comercial Solon de Lucena realizam festa no Ideal Clube, com a escolha da “Rainha Solonista 1969”. (Diário da Tarde, de 19 de junho de 1969, p.3)

21 DE JUNHO – SÁBADO

• Aniversário de fundação do Ajuricaba Grêmio do Porto (Agrepo), entidade sociodesportiva que congrega os funcionários da Administração do Porto de Manaus. A festa ocorreu na sede campestre da estrada do V-8 e teve o conjunto “Os Aristocratas” como atração musical. (Jornal do Comércio, de 21 de junho de 1969, p.4)

• Toma posse a nova diretoria da Loja Maçônica “Oriente Unido”, cuja sede se localizava na avenida Getúlio Vargas. (A Notícia, de 12 de junho de 1969, p.4)

• Inauguração do Pronto-Socorro Odontológico Santa Apolônia, na avenida Joaquim Nabuco, n. 486, dirigido pelos odontólogos Rubim Sá, Nunes de Mello e Jandir Sena de Souza. (A Notícia, de 18 de junho de 1969, p.5)

• Alunos do Ginásio Comercial São Luiz de Gonzaga realizam festa na sede do Sindicato dos Comerciários, para a coroação da srta. Maria do Desterro Izel como rainha da escola. (O Jornal, de 21 de junho de 1969, p.3)

• Clube Municipal realiza “Festança de São João na Roça”, em Flores. (A Notícia, de 20 de junho de 1969, p.8)

• Inauguração da Churrascaria “El Torito”, na rua Jonathas Pedrosa (mesmo local onde funcionou a “Querência Gaúcha”), ao lado do Cine Eden. (O Jornal, de 22 de junho de 1969, p.8)

22 DE JUNHO – DOMINGO

• Desfile de abertura do 13º Festival Folclórico do Amazonas, no Estádio General Osório. À época, o “Festão do Povo” era uma realização dos periódicos “O Jornal” e “Diário da Tarde”, pertencentes à empresa Archer Pinto. “Os Grupos se concentrarão, das 15 às 16 horas na Praça São Sebastião e, às 16,30 horas, terá início o desfile, através da rua 10 de Julho, Epaminondas e ingresso no Estádio General Osório”. (O Jornal, de 21 de junho de 1969, capa)

• O administrador do Porto de Manaus, comandante Aristides Gonçalves Leite, toma posse no Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (Igha), na cadeira patrocinada pelo naturalista inglês Alfred Russel Wallace. (Jornal do Comércio, de 22 de junho de 1969, p.8)

• Baile de 5º aniversário do Varig Clube, na União Esportiva Portuguesa, com a participação do conjunto “The Sinner’s”. (O Jornal, de 21 de junho de 1969, p.3)

• Inauguração do campo de futebol denominado “Peladão”, integrante do balneário “Enajer”, localizado na Chapada. (O Jornal, de 22 de junho de 1969, p.12)

23 DE JUNHO – SEGUNDA-FEIRA

• O Centro Estudantal Ruy Barbosa, órgão do corpo discente do colégio de mesmo nome, inaugura nova sala de reuniões denominada “Sala Professor José Dantas Cyrino”, em homenagem a um antigo mestre da escola. (O Jornal, de 22 de junho de 1969, p.3)

• A Companhia de Cigarros Souza Cruz lança em Manaus o seu mais novo produto, o “Hilton 100” com filtro, um cigarro de classe internacional, de 100 milímetros, que vem em uma bonita embalagem de luxo dourada. (O Jornal, de 24 de junho de 1969, p.5)

24 DE JUNHO – TERÇA-FEIRA

• Falecimento do pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), dr. Nelson Leandro Cerqueira, no Hospital da Beneficente Portuguesa. “No INPA exerceu a função de Chefe do Setor Zoologia, respondendo várias vezes pela Chefia da 2ª Divisão (Biomédica) e também pela Diretoria do Instituto”. (Jornal do Comércio, de 25 de junho de 1969, p.8)

• Tomam posse os novos veneráveis das Lojas Maçônicas da Jurisdição da Grande Loja do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima: juiz Cândido Honório, da Esperança e Porvir; Paulo Fleury Lopes, da Amazonas; Sildomar Nazareth Marques da Silveira, da Conciliação Amazonense; bacharel Heleno Teixeira Montenegro, da Rio Negro; bacharel Alvaro Cesar de Carvalho, da Aurora Luzitana, e Nestor Rodrigues Rabelo, da 12 de Janeiro. A sessão foi presidida pelo grão-mestre, desembargador Mário Sílvio Cordeiro de Verçosa. (A Notícia, de 26 de junho de 1969, p.5)

• Primeira festa junina realizada no Conjunto Residencial Castello Branco, no bairro Parque 10 de Novembro, na área do futuro Centro Comunitário, uma iniciativa do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas. Apresentaram-se a “Dança do Cacetinho”, da Escola Técnica Federal do Amazonas, enviada pelo vice-presidente do sindicato, Phelippe Daou, além da “Quadrilha Brotinhos do Abrigo” e da “Dança do Tipiti”, do Ginásio Estadual Estelita Tapajós, convidadas pela Empresa Archer Pinto. (O Jornal, de 27 de junho de 1969, p.3)

Por Durango Duarte.

Clique aqui e leia a série 50 anos (1969-2019).

sobre o autor

Articulista-Durango-Duarte Durango Duarte é empresário, publicitário, escritor e pesquisador. É Diretor-Presidente do Instituto Durango Duarte e CEO das empresas #PESQUISA365 e The Voice. Nasceu em 11 de novembro de 1963, em Cachoeira do Sul/RS e veio com a família à capital amazonense em fevereiro de 1975. Apaixonado pela história, pelas memórias de Manaus.