17ª semana de 1969

compartilhe

23 DE ABRIL – QUARTA-FEIRA

• Toma posse na Academia Amazonense de Letras o poeta Sebastião Norões, eleito para ocupar a cadeira que tinha como patrono o poeta Raimundo Monteiro. O discurso de saudação foi proferido pelo acadêmico Mário Ypiranga Monteiro. (A Crítica, de 23 de abril de 1969, p.8)

• Cerimônia de posse da nova diretoria do Centro Educacional Christus do Amazonas, com Orígenes Júnior, presidente; Carlos Seffair, vice-presidente, e Adriano Antony, tesoureiro. (A Crítica, de 24 de abril de 1969, p.5)

25 DE ABRIL – SEXTA-FEIRA

• O Departamento Regional do Sesi reabre o Clube Social “Morvand de Figueiredo”, no bairro São Raimundo. (Jornal do Comércio, de 25 de abril de 1969, p.8)

26 DE ABRIL – SÁBADO

• A Companhia Industrial e Comercial Brasileira de Produtos Alimentares Nestlé inaugura as novas e modernas instalações da sua representação em Manaus, à rua dos Barés, n. 356, no Centro. (Jornal do Comércio, de 19 de abril de 1969, p.8)

• Comemoração de aniversário do Lions Clube de Manaus – Vitória Régia, cujo presidente era Roberto Caminha. O evento ocorreu na “Varanda Tropical” do luxuoso Hotel Amazonas. (Jornal do Comércio, de 20 de abril de 1969, p.3)

27 DE ABRIL – DOMINGO

• Diretório Acadêmico “12 de Maio”, do Curso de Enfermagem da Universidade do Amazonas, realiza a “Festa do Termômetro”, em homenagem às calouras. O local do evento foi na própria Escola de Enfermagem. (Jornal do Comércio, de 26 de abril de 1969, p.3)

• Comemoração de aniversário de 17 anos de fundação do Grêmio Guanabara Clube, presidido por Clemente Simões. (Jornal do Comércio, de 1º de maio de 1969, p.3)

Por Durango Duarte.

Clique aqui e leia a série 50 anos (1969-2019).

sobre o autor

Articulista-Durango-Duarte Durango Duarte é empresário, publicitário, escritor e pesquisador. É Diretor-Presidente do Instituto Durango Duarte e CEO das empresas #PESQUISA365 e The Voice. Nasceu em 11 de novembro de 1963, em Cachoeira do Sul/RS e veio com a família à capital amazonense em fevereiro de 1975. Apaixonado pela história, pelas memórias de Manaus.