12ª semana de 1969

compartilhe

19 DE MARÇO – QUARTA-FEIRA

• Inauguração do primeiro bloco do Hospital São José, “que compreende maternidade e cirurgia de mulher”. Localizava-se na avenida João Coelho, nas proximidades do Convento do Preciosíssimo Sangue, bairro São Geraldo. Inicialmente, seu corpo médico era formado pelos drs. Osvaldo Gesta, Arlindo Frota, Afrânio Soares, Clóvis Frota, Wallace Oliveira, Teodomiro Garrido, Higino da Silva Filho, Samuel Aguiar, Carlos Borborema, João Lúcio Machado, Paulo Xerez e Gil Machado. (O Jornal, de 19 de março de 1969, capa)

• Aniversário de 13 anos do Coral João Gomes Junior, “fundado a 19 de março de 1956, sob a regência do maestro Nivaldo Santiago, tendo iniciado suas atividades também com o Instituto Santa Cecília, à rua Visconde de Mauá, em Manaus, com aproximadamente 57 elementos”. (Jornal do Comércio, de 19 de março de 1969, p.8)

23 DE MARÇO – DOMINGO

• A Delegacia de Segurança Política e Social (DSPS) realizou em quase toda cidade uma blitz contra empinadores de papagaios de papel e jogadores de futebol de meio de rua. “Foram recolhidos pelas autoridades policiais mais de 200 papagaios de papel, bolas de pneu e de borracha e inúmeras maçarocas de linha. As autoridades não conseguiram, todavia, deitar a mão sobre os infratores, que ao serem pressentidos, soltaram seus papagaios e saíam correndo desabaladamente, o mesmo acontecendo com os jogadores de futebol de meio de rua, que, deixando as pelotas, puseram-se em fuga”. (Diário da Tarde, de 24 de março de 1969, p.2)

24 DE MARÇO – SEGUNDA-FEIRA

• Diário Oficial do Estado publica edital de concorrência pública para a venda da Olaria do Estado. De acordo com o secretário de Viação e Obras Públicas, engenheiro Augusto Loureiro, um dos objetivos da venda era diminuir a crise de tijolos no mercado local. (O Jornal, de 30 de março de 1969, p.5)

• Cerca de 500 moradores do bairro São Lázaro realizam passeata com destino à Delegacia de Trânsito. O motivo do protesto foi a retirada dos ônibus metálicos da Transamazon, que serviam o bairro, sendo substituídos pelos ônibus de madeira da empresa Ana Cássia. “A passeata se deteve em frente à residência do deputado José Belo Ferreira, líder da ARENA e do Governo na Assembleia Legislativa, que aconselhou os manifestantes a regressarem às suas casas, enquanto recebia um abaixo-assinado, prometendo tomar providências no caso”. (Diário da Tarde, de 25 de março de 1969, capa)

25 DE MARÇO – TERÇA-FEIRA

• Aniversário de 52 anos de fundação do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (Igha). Na oportunidade, tomaram posse, nas poltronas de Jean de Léry e Luis Agassis, os novos sócios José Barros de Carvalho e Francisco Gomes da Silva. (Jornal do Comércio, de 29 de março de 1969, p.8)

Por Durango Duarte.

Clique aqui e leia a série 50 anos (1969-2019).

sobre o autor

Articulista-Durango-Duarte Durango Duarte é empresário, publicitário, escritor e pesquisador. É Diretor-Presidente do Instituto Durango Duarte e CEO das empresas #PESQUISA365 e The Voice. Nasceu em 11 de novembro de 1963, em Cachoeira do Sul/RS e veio com a família à capital amazonense em fevereiro de 1975. Apaixonado pela história, pelas memórias de Manaus.