A primeira igreja de Manaus

compartilhe

A primeira igreja de Manaus Durango Duarte

Em 1695, os padres carmelitas ergueram a primeira capela católica de Manaus, em
devoção a Nossa Senhora da Conceição. Sua construção ocorreu nos arredores do Forte
de São José da Barra, na área que hoje fica defronte ao Museu do Porto, entre as ruas
Governador Vitório, Visconde de Mauá e Tamandaré, no Centro (localização da extinta
Praça Nove de Novembro).

Na década de 1780, essa igreja primitiva foi reconstruída maior e com novas linhas
arquitetônicas pelo governador Lobo d’Almada e passou a ser o centro dos
acontecimentos locais. Foi na Matriz que ocorreu a solenidade de juramento à primeira
Constituição Brasileira, em 1824. Entretanto, o templo foi totalmente consumido por
um incêndio, em 2 de julho de 1850.

A pedra fundamental da nova igreja, construída no local onde ela está hoje, foi lançada
em 23 de julho de 1858, porém, as dificuldades orçamentárias e a falta de mão de obra
especializada fizeram com que sua inauguração ocorresse somente em 15 de agosto de
1877. Seu primeiro pároco foi o padre José Manoel dos Santos Pereira.

A Matriz de Nossa Senhora da Conceição foi elevada à categoria de Catedral
Metropolitana em 27 de abril de 1892, quando também foi criada a Diocese do
Amazonas. O templo foi tombado como Monumento Histórico Estadual em 12 de abril
de 1988.